VISÃO GERAL DO ESPORTE: Apesar da grande derrota, Victoria ainda está segura na Liga de Hóquei

Victoria bateu forte contra Benuki por 8-0 em casa. Esta derrota para o clube de hóquei feminino de Rotterdam não tem consequências para a batalha pelo rebaixamento, já que Victoria não pode mais ser rebaixada da Liga de Hóquei hoje. Com uma partida ainda faltando, Laren não pode mais ultrapassar com segurança a equipe do técnico Leonard Boillo, que está em oitavo lugar.

O clube de hóquei de Rotterdam também foi derrotado no domingo. Em Hazelaarweg, os comandados do técnico Albert Kees Manenschijn perderam por 4 a 0 para o HGC. No campeonato masculino, o Rotterdam, terceiro cabeça-de-chave do campeonato, já tinha a certeza de disputar o play-off do campeonato nacional.

vôlei

A equipe feminina do Sliedrecht Sport estava tendo um fim de semana festivo. As mulheres da treinadora Vera Quinen sagraram-se campeãs nacionais pela quarta vez consecutiva às custas da Apollo 8. As camisetas azuis derrotaram o time de Borne por 3 a 0 (25-21, 25-21 e 25-16) em grupos no topo cinco séries.

Pólo aquático

SVH e ZPB H&L Productions não viram um dia positivo no sábado na Premier League masculina. Os jogadores de pólo aquático de Rotterdam do SVH perderam de 20 a 10 no sábado em Leiden em ZVL-1886 Tetteroo. ZPB perdeu em Barendrecht por 12-9 para Widex GZC Donk de Gouda. O SVH também sofreu uma grande derrota na noite de domingo. Hit Raven foi muito forte em seu grupo 22-4. No momento, SVH e ZPB estão na fileira certa da Premier League.

Ciclismo

Demi Fullering levou seu primeiro grande prêmio de sua carreira de ciclista no domingo. O cavaleiro triunfou de Berkel en Rodenrijs no clássico belga Liège-Bastogne-Liège. Ela perdeu a semana passada na Amstel Gold Race, mas Vollering agora pode entrar no degrau mais alto do pódio na Bélgica.

READ  Exercite-se em casa ou no ginásio

Linhas

Duko Bos ganhou um bilhete olímpico para a seleção holandesa na classe Lasser no OCT europeu em Portugal na classe Lasser. Bos terminou em 11º depois de doze corridas e, assim, ganhou uma passagem para países que ainda não tinham certeza de uma participação olímpica.

Ainda não se sabe se o velejador de Rotterdam pode ir às Olimpíadas de Tóquio. Em Vilamoura, Boss teve de estar entre os sete primeiros velejadores para se qualificar. Outro momento ainda é buscar a qualificação do patrão.

“Os requisitos holandeses do NOC * NSF são mais rigorosos. Ainda não me comprometi totalmente com eles. A Holanda os tem”, explica Boss, que ainda tem a chance de participar dos jogos. “No ano passado consegui metade de uma indicação. Estou agora em cerca de 2/3 das eliminatórias. Me sinto fraco agora, porque me classifiquei para o país. Mas sei que estou em uma posição forte e também trabalho muito. Treino . “

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

guiadigital.info