Veredicto confirmado: sobrevivente de acidente de teleférico de 6 anos de idade …

O único menino ítalo-israelense que sobreviveu ao acidente de teleférico em Stresa em maio foi sequestrado por seu avô da casa de sua tia, onde ficou após a morte de seus pais. O tribunal de Tel Aviv decidiu pela segunda vez que o menino deveria ser devolvido à Itália.

Também em recurso, o tribunal de Tel Aviv decidiu que Eitan Biran, o menino de 6 anos que era o único sobrevivente do desastre do teleférico em Stresa, deveria ser devolvido para sua tia na Itália. Isso confirma o Ministério da Justiça israelense, de acordo com a Agência Internacional de Notícias Reuters. Seu avô materno levou o menino para Israel sem o conhecimento de sua tia. Um tribunal de Tel Aviv decidiu em outubro pela devolução do menino à Itália. O avô se opôs, mas agora ele também perdeu isso.

Em 23 de maio, Eitan Beran, de 5 anos, ficou órfão imediatamente. Ele foi o único que sobreviveu ao desastre com o teleférico para o Lago Maggiore, que caiu antes do cume do Monte Motaroni.

14 pessoas foram mortas, incluindo o pai de Eitan, Amit Biran, sua mãe, Tel Peleg Biran, seu irmão mais novo Tom e seus avós israelenses Barbara e Isaac Cohen. Eles foram enterrados em Israel alguns dias depois. O tribunal italiano designou o menino para sua tia Aya Piran Nerco, irmã de seu pai.

A família judia de Israel (a família de sua mãe) recusou-se desde o início a aceitar a decisão. Ela também não devolveu o passaporte do menino. Quando seu avô visitou sua tia em setembro, ele levou o menino para a Suíça e voou de lá em um avião fretado particular para Israel. A tia foi ao tribunal e, desde então, uma batalha feroz pela custódia estourou na fronteira. Tanto na Itália quanto em Israel, as investigações foram abertas com o homem sob suspeita de privação de liberdade.

READ  Paquistão pune estupradores com castração química

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

guiadigital.info