Pequim diz a empresas de energia que a China não tolerará escassez de energia Notícias

As empresas chinesas de energia têm a tarefa de garantir que haja abastecimento suficiente para o inverno que se aproxima a todo custo. Isso veio de acordo com um relatório publicado sexta-feira. A China está enfrentando apagões crescentes, que ameaçam desacelerar o crescimento da segunda maior economia do mundo.




O vice-premiê Han Zheng disse às empresas de energia que Pequim não tolerará apagões, relata a Bloomberg. Han Zheng, que supervisiona o setor de energia e a produção industrial do país, teria realizado uma reunião de emergência esta semana com funcionários do regulador e da Agência de Planejamento Econômico.

O país sofre com quedas de energia. Resultando no todo ou em parte Fábricas fechadas, afetando a fabricação e as cadeias de abastecimento globais.

A escassez de energia se deve em parte à escassez de carvão, que representa cerca de sessenta da matriz energética da China. O fornecimento de carvão foi restringido pela proibição de Pequim do país importador Austrália devido a uma disputa entre eles. Além disso, no combate às mudanças climáticas, o sistema impôs restrições às emissões da indústria.

Mas, devido à recuperação econômica global, muitas fábricas chinesas estão de volta ao trabalho a toda velocidade novamente, fazendo com que a demanda por eletricidade no primeiro semestre do ano seja maior do que era antes da crise da Corona. A combinação de aumento da demanda e diminuição da oferta está pressionando o fornecimento de energia.

Várias províncias e regiões tiveram que impor restrições ao consumo de energia nos últimos meses.

READ  Pouco antes do prazo, a 3M promete investir em PFOS ...

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

guiadigital.info