Outro suspeito pelo sequestro de Mia (8) foi preso na França | no exterior

Outro suspeito foi preso no sábado no contexto do sequestro de Mia, de oito anos, na França. O homem, apelidado de “Basile”, foi acusado, entre outras coisas, de “sequestrar um menor de 15 anos com uma gangue organizada” enquanto estava sob custódia policial. Isso é o que o advogado de Nancy disse hoje.




A menina foi encontrada intacta em 18 de abril, cinco dias após seu sequestro. Ela foi encontrada com a mãe em uma ocupação no cantão suíço de Vaud. Lola Montemagie, que perdeu a custódia da filha, foi condenada a sequestrá-la.

Basile, nascido em 1977, admitiu sua participação “ativa” no sequestro da menina. Ele participou dos preparativos e foi um dos dois sequestradores que se apresentaram à casa da avó de Mia que tem uma reserva temporária. Basile também cruzou a fronteira com a Suíça a pé com a menina e sua mãe.

A mãe foi extraditada da Suíça na sexta-feira. No contexto do sequestro, realizado como uma verdadeira operação militar, além da “Basile”, foram efetivamente instauradas acusações contra seis homens e uma mulher. Eles se inclinam para a conspiração e o movimento anti-regime.

Um mandado de prisão internacional foi emitido para Remy Daylett, líder do movimento de conspiração com base na Malásia. Suspeita-se que ele ajudou a organizar o sequestro.

A mãe da sequestrada Mia (8 anos), foi extraditada da Suíça e acusada na França

França sob o impacto do sequestro de Mia (8): “Um notório guia de conspiração pagou 3.000 euros para garantir que todo o processo ocorresse sem problemas”

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

guiadigital.info