Ministro das Relações Exteriores da Holanda expulso após críticas ao vírus Corona

Ministra de Estado da Holanda para Assuntos Econômicos, Mona Keijzer © EPA-EFE

Fonte: Belga

A Ministra de Estado da Holanda para Assuntos Econômicos, Mona Keizer, foi expulsa depois de expressar reservas sobre a introdução do cartão de entrada Corona. O anúncio foi feito pelo governo do primeiro-ministro holandês, Mark Rutte.

“As declarações (…) feitas na entrevista de hoje ao De Telegraaf não correspondem às decisões recentemente tomadas pelo Conselho de Ministros e são de natureza importante e ponderada”, disse um comunicado do Primeiro-Ministro.

Na entrevista, no dia em que um bilhete do Corona passa a ser obrigatório para acesso a restaurantes, eventos e outras atividades, Keijzer disse que tinha reservas quanto ao bilhete do Corona. Na entrevista, ela observou, entre outras coisas, a alta taxa de vacinação e considera “inexplicável” que as pessoas tenham que provar que foram vacinadas ou testadas por meio de um cartão para entrar em um café ou restaurante. “Se você acabar em uma sociedade onde tem que temer uns aos outros, a menos que possa mostrar as evidências, então você realmente deveria coçar a cabeça e se perguntar: Queremos seguir este caminho?” .

Leia também. “O governo injustiçou os holandeses”: o rei Willem-Alexander também vê poucos motivos para comemorar em Prinsjesdag (+)

READ  Xu Jian: self-made man e 'Jack Ma do setor imobiliário chinês'

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

guiadigital.info