Guanyu Zhou se torna o primeiro chinês na Fórmula 1: “Professor” | Fórmula 1

Guanyu Zhou, de 22 anos, ainda está trabalhando como piloto de testes na Alpine. Os chineses também competem na Fórmula 2, onde atualmente ocupam o segundo lugar na classificação da Copa do Mundo, faltando duas corridas para o final.

Assim, na próxima temporada, serão os primeiros chineses a passar para a Fórmula 1. A Alfa Romeo anunciou na terça-feira que Zhou assumirá o segundo lugar. Assim, o chinês se tornará companheiro de Valtteri Bottas, que sairá da Mercedes após esta temporada.

“O automobilismo é minha paixão e sonhava em chegar o mais alto possível quando era criança”, disse Zhou, que substituiu Antonio Giovinazzi. “Ser o primeiro chinês na Fórmula 1 é um marco no automobilismo chinês.” Bottas substitui Kimi Raikkonen de saída.

Ao atrair Zhou, a Alfa Romeo espera entrar no enorme mercado chinês. “Não só o pegamos porque ele é chinês, mas sua chegada é um grande impulso para a empresa, patrocinadores e a Fórmula 1 em geral”, disse a equipe.

De acordo com algumas fontes, Zhou arrecada cerca de 30 milhões de dólares. “Os orçamentos obviamente desempenham um papel, mas Guanyu também é apenas um piloto sólido. Ele é atualmente o número 2 na Fórmula 2 e ainda tem uma chance de ganhar o título mundial. É um bom negócio em todos os aspectos”, parece.

READ  Jacobo é aclamado na mídia portuguesa e cria otimismo contido no Benfica | Eindhoven

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

guiadigital.info