A Organização Mundial de Saúde confirma o impacto positivo do verde na saúde mental

A cor verde claramente tem efeitos benéficos na saúde mental das pessoas. Essa é uma das conclusões de um importante estudo realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre os efeitos dos espaços verdes e azuis.

Sjerp de Vries, pesquisador da Wageningen Environmental Research, contribuiu para a pesquisa na Holanda. De acordo com o relatório, a pandemia Corona mais uma vez enfatizou a importância dos espaços verdes e azuis no ambiente urbano. Greene desempenhou um papel particularmente importante ao lidar com o estresse causado pela ameaça do vírus e as limitações físicas que daí resultam. Não apenas como local alternativo para atividades físicas, mas também para a necessária interação social.

Os efeitos diretos do verde

Já era amplamente conhecido que os espaços verdes tinham efeitos indiretos benéficos à saúde, como reduzir a poluição do ar e contribuir para a adaptação climática. Pela primeira vez, pesquisas também foram feitas sobre os efeitos diretos da vegetação na saúde mental.

De acordo com os pesquisadores, mais informações sobre os efeitos dos espaços verdes são importantes para os formuladores de políticas ao projetar as cidades. Isso pode não apenas garantir um ambiente urbano que contribua para o bem-estar mental, mas também reduzir o custo dos cuidados de saúde. As descobertas também são importantes para setores que afetam o planejamento, design e gestão de espaços verdes e azuis, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. Esses setores afetam indiretamente a saúde e o bem-estar da população.

Leia o artigo completo Lei primária (Com login). Os assinantes de Jardins e Paisagismo têm acesso gratuito à PlatformGroen até o final do ano.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

guiadigital.info