100 países prometem acabar com o desmatamento até 2030 | ambiente

Os países participantes compreendem 85 por cento das florestas do mundo, incluindo as florestas boreais do Canadá, as florestas tropicais amazônicas do Brasil e as florestas tropicais da Bacia do Congo. Cobre uma área de cerca de 34 milhões de quilômetros quadrados. O primeiro-ministro britânico Boris Johnson, que sediará a conferência climática COP26, descreveu o acordo como um “marco para proteger e restaurar as florestas da Terra”. Uma área de cerca de 27 campos de futebol agora é perdida pelo desmatamento a cada minuto.

A iniciativa receberá um total de US $ 19,2 bilhões (16,5 bilhões de euros) em financiamentos públicos e privados. E 30 instituições financeiras, como Aviva e Axa, também se comprometerão a deixar de investir em atividades relacionadas ao desmatamento.

Esse novo compromisso reflete a Declaração de Nova York sobre Florestas de 2014, quando 40 países se comprometeram a reduzir o desmatamento pela metade até 2020 e acabar com a prática até 2030. No entanto, o acordo alcançado agora é mais abrangente do que o anterior.

Diz-se também que as florestas são os pulmões da terra, absorvem grande parte do dióxido de carbono. De acordo com o primeiro-ministro britânico Johnson, anfitrião da COP26, é necessário, portanto, evitar um aumento da temperatura global de mais de 1,5 graus.

READ  Biden disse em reunião com a Macron que os Estados Unidos são "desajeitados" na questão de submarinos no exterior

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

guiadigital.info